Centro Auditivo Jaraguá

:: Audição na melhor idade e a auto-estima

OMS mostra que cerca de 15 milhões de brasileiros têm problema de audição 

Com o passar dos anos, nosso corpo vai mudando e, consequentemente, envelhecendo. Algumas funções vão sendo afetadas, pois esse é um processo natural da idade e condição humana. Com a audição não é diferente. 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) mostra que cerca de 15 milhões de brasileiros sofrem com este problema e 60% dos afetados não reconhecem a doença. A falta de informação e o preconceito fazem com que as pessoas demorem a procurar ajuda de um especialista.

A maioria das pessoas afetadas está na terceira idade. Isso acontece porque as células encontradas no ouvido e responsáveis pelo sentido da audição vão morrendo e não “ressuscitam” e nem são renovadas. A audição poderá se recuperar em casos de inflamação ou outra enfermidade que pode ser tratada por um médico especialista.

Problemas com audição afetam a autoestima dos idosos. Envergonhados, muitos deixam de se relacionar com as pessoas porque não conseguem ouvir e compreender o que os outros falam e automaticamente se excluem. Também existem casos de que, como a família precisa falar mais alto para conversar com o idoso, alguns vizinhos entendem que estejam brigando. Geralmente a queixa apresentada pelo paciente é: eu ouço, mas não entendo o que as pessoas falam.

A solução para alguns dos problemas auditivos é o uso de aparelho auditivo. Com a tecnologia atual, os modelos são os mais variados possíveis, discretos, coloridos, dentro do gosto do cliente. E, claro, com melhores resultados. Com a era digital, temos aparelhos que diminuem os ruídos externos e melhoram a percepção da fala em uma conversa. Mas não adianta apenas comprar e colocar o aparelho. As pessoas têm de entender que, depois de começar a usar, tem de ter acompanhamento de um fonoaudiólogo, pois aprender a escutar com a ajuda de aparelhos auditivos requer um período inicial de adaptação, tanto por parte do usuário como por parte dos que o cercam sempre.

O apoio da família é fundamental nestes casos. Além, é claro, da ajuda de um profissional da área. Ninguém precisa ficar a mercê de um problema. Comunicação continua sendo fundamental e, por isso, todo mundo merece ouvir e ser ouvido.

                                                                   Fga. Bruna R. Coelho

O Centro Auditivo Jaraguá está à sua disposição, solucione conosco!

 

CAJ
Centro Auditivo Jaraguá
Av. Mal Deodoro da Fonseca, 889
Jaraguá do Sul/SC , Centro , 89251-700 Brasil
(47) 3372-2364
Logomarca TWC Comunicação